Químicos pelo mundo – Daniel Bonifácio (Lituânia)

 

Nome: Daniel Boer Bonifácio

Curso: Mestrado em Biotecnologia – ramo Industrial e Ambiental

Ano: 1º ano

Local de Erasmus: Kaunas, Lituânia

Universidade: Vytautas Magnus University (VMU)

VDU1

 Qual foi a primeira foto que tiraste em Erasmus?

IMG_20160127_231850

[Kęstučio gatvé, Kaunas. Tirei esta selfie assim que saí do autocarro que me levou do aeroporto ao centro de Kaunas (uma viagem de 40 minutos que custou apenas 0,40€!). A rapariga que está ao meu lado chama-se Monika Banyte, a minha Buddie, que me foi buscar ao aeroporto e revelou ser super prestável, simpática e apaixonada por música, por isso nunca nos faltou assunto!]

– Em que é que pensaste quando estavas no avião?

Acho que as principais perguntas que me fiz foram: Será que vou morrer de frio na Lituânia? Será que a malta lituana fala inglês? Será que vou safar-me nas aulas ou vou estar lá tipo foca? Será que vou fazer muitos amigos? E serão os lituanos simpáticos ou frios? Será que vou ter sorte com o meu colega de quarto?

– Porque escolheste a Lituânia como destino de Erasmus?

Dentro das universidades disponíveis e tendo em conta os protocolos já existentes, Lituânia parecia um país suficientemente diferente, barato e bonito (fiquei apaixonado pelas fotografias que tinha visto na Internet).

klsjdj

[Castelo de Trakai, Lituânia]

IMG_20160214_124525

[Seventh Fort Museum, Kaunas]

12742341_1155985171080580_7568215240765994403_n

[Tentativa falhada de um anjo de neve, algures em Kaunas]

25_07_2016_17_21_14

[Dia da independência da Lituânia, Vytautas the great war museum, Kaunas]

– Do que sentiste mais falta na tua nova universidade em comparação com o nosso DQ?
Senti falta da organização em termos de horários e datas dos exames – era um bocado consoante as nossas vontades, mas isso deu jeito quando queríamos viajar. Senti falta especial do nosso bar e da cantina, a de lá era um bocado fraquita.

– Provaste algum prato típico da cidade onde estiveste?

Sim! Comi muita comida típica, mas os favoritos foram:

-os típicos e famosos Cepelinai

cepelinai

[Cepelinai – o prato tipicamente lituano, que é um “zepelin” de batata recheado com carne e molho de bacon com “sour cream”]

-Surelis, o que eu vou mais sentir falta!

 

 

vanilinis_be_pak

[Varškės sūrelis é uma guloseima brutal, feita a partir de queijo fresco e depois coberto com chocolate.]

surelis2

[Estas guloseimas podem ser recheadas com diferentes sabores (como podem ver nesta montra) e custam, em média, 0,30€. Parece estranho mas é super viciante!]

– Do que é que tiveste mais saudades de Aveiro?
Kaunas era uma cidade limpa, segura e bonita mas toda mais cinzenta e fria. Principalmente durante o inverno, senti falta do verde e dos próprios edifícios que são mais coloridos em Aveiro (e também no resto de Portugal). Senti falta do calor não só do clima, mas também do povo português. Senti muita falta da família, da comida (principalmente a da minha mãe!) e também dos amigos!

boni

[Laisvės alėja, Kaunas, no inverno]

– Já tinhas feito Erasmus noutro ano. Conta-nos um pouco dessa experiência. Quais foram as diferenças e semelhanças entre as duas experiências Erasmus que fizeste?

Sim, tinha feito um intercâmbio na Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Curitiba, Brasil. A grande diferença entre Lituânia e Brasil teve a ver com a adaptação, que na UFPR foi mais fácil e não senti qualquer tipo de choque cultural (até porque sou brasileiro e estive a viver com a minha família) enquanto estudar na VMU e viver na Lituânia foi toda uma experiência louca de enorme aprendizagem e aclimatização. Lituânia incluiu mais festas e viagens, Brasil incluiu mais contactos, trabalho e contacto com a minha família. Sobre a área de estudos – na UFPR o ensino era mais exigente e focado na engenharia de processos, já na VMU era mais tranquilo e focado na área da biotecnologia molecular. Eu diria que a maior semelhança entre as duas experiências é o facto de me terem ensinado muito, não só a nível do curso, mas a nível interpessoal– ambas contribuíram para ter uma mente ainda mais aberta.

140304-1733_2

[Rio Paraná, Marilena, Brasil]

ufpr

[Reitoria da UFPR, Curitiba, Brasil]

– Uma mensagem a quem não tem coragem de ir de Erasmus:

Não tenhas medo, põe de lado as inseguranças e vive cada dia como se fosse o último. Uma experiência como Erasmus pode dar-te uma oportunidade única de viver coisas novas e de explorar um bocadinho mais este nosso mundo. Desafia-te! Existe também a questão da rede de contactos que crias após o intercâmbio: acabas por ter um amigo por cada canto do mundo e quem tem amigos tem tudo. Se achas que o problema reside mais na parte financeira, pensa que isto é algo que vale a pena investir – aliás, no final das contas só te tornará mais rico!

riga letonia

[Patinagem no gelo em Riga, Letónia]

IMG_20160412_123825

[Passeio de barco em Copenhaga, Dinamarca]

crazy jump

[Crazy jump, Sigulda, Letónia]

IMG_20160617_193014

[Hiking em Mala Fatra, Slovakia]

– Uma mensagem a alguém especial de Aveiro:

Carlos, parabéns pela tua força e coragem. Espero levar-te a passear novamente por Kaunas entre outros sítios giros que pude visitar, tu sabes que mereces tudo de bom. Continua assim e nunca desistas!

12705543_10154064779048189_5077433925393766881_n

[Crazy attire party, Kaunas.]

Daniel Bonifácio